Oi, gente! Como estão?

Chegou mais uma quinta-feira pra gente falar de muito conteúdo bom e bem interessante para vocês.

E já começo perguntando: Já ouviram falar sobre o Caminho de Santiago de Compostela? E sobre o Caminho da Fé?

Este último é um caminho brasileiro inspirado no Caminho de Santiago. É reconhecido pela Catedral de Santiago de Compostela e integrado ao trajeto que parte de La Coruña: com o certificado deste trecho, você poderá utilizar os quilômetros quando for fazer o Caminho de Santiago partindo de La Coruña. Olha que legal!

Quer saber de onde parte, por onde passa e muito mais? Vem comigo e continua nessa leitura!

No fim, ainda preparei algumas dicas bem valiosas para que você tenha uma peregrinação inesquecível. 😉

A HISTÓRIA

O Caminho da Fé é um roteiro brasileiro que liga a cidade de Águas de Prata, em São Paulo, à Aparecida do Norte – podendo iniciar em outros locais. A ideia da sua criação se deu após um dos organizadores percorrer por duas vezes o conhecido caminho espanhol.

 

Na intenção de criar algo semelhante no Brasil, convidou alguns amigos e expôs o desejo. O trio composto por Almiro Grings, Clóvis Tavares de Lima e Iracema Tamashiro – e no princípio ajudado por outros amigos voluntários -, deram início aos primeiros contatos com prefeituras e paróquias das cidades por onde passa a trilha.

 

Foi imaginado um caminho que chegasse até Aparecida privilegiando a rota mais lógica e que atendesse ao perfil peregrino, perfeito para demonstrar sua fé e devoção.

SOBRE O CAMINHO

 

O Caminho da Fé foi inaugurado dia 11 de fevereiro de 2003 na cidade de Águas da Prata/SP. O caminho ainda pode ser alterado para que possa agregar outras cidades.

O trajeto é composto por cerca de 970 km no total, dos quais cerca de 500 km atravessam a Serra da Mantiqueira passando por estradas vicinais, trilhas, bosques e asfalto.

Os peregrinos são guiados por sinais um tanto rústicos: setas amarelas traçadas até o fim do caminho. O peregrino vai reforçando sua fé observando a natureza privilegiada junto à reflexão trazida pelo objetivo de devoção.

 

É realmente uma experiência única!

Após isso, os próximos 50 km até Pindamonhangaba são bem baixos, a pouco mais de 500 metros do nível do mar e até o fim, em Aparecida do Norte, são mais 22 quilômetros em linha reta.

Você pode acessar o site oficial do Caminho da Fé e fazer uma simulação do seu roteiro com a quilometragem de caminhada e quantidade de dias que pretende terminar sua peregrinação.

A partir daí, o site dará a você uma sugestão de lugares onde você poderá fazer uma parada para comer e dormir até chegar a Aparecida do Norte, São Paulo.

Apesar de não ter um mecanismo que prepare uma rota de acordo com o nível físico de cada um, o site é uma ajuda bastante interessante!

Agora, aqui vão ALGUMAS DICAS:

 

1-    COMPRE A CREDENCIAL DO PEREGRINO MARIANO. É por meio dele que você comprovará que percorreu o caminho e registrará os quilômetros percorridos. Atualmente, o valor é de 20 reais e pode ser adquirida em pousadas credenciadas.

2-    RESERVE AS POUSADAS COM ANTECEDÊNCIA. Principalmente próximo ao feriado de Nossa Senhora Aparecida, as pousadas costumam encher bem rápido!

3-    FAÇA UM PLANEJAMENTO FINANCEIRO. Durante o caminho, será difícil encontrar bancos ou caixas eletrônicos. Além disso, os vilarejos possuem algumas barraquinhas que na maioria das vezes não aceitam cartões: prefira o dinheiro no bolso!

4-    PERCORRA DE TÊNIS. Os tênis especializados para trilhas são os ideais.

5-    PREFIRA ROUPAS LEVES. A última coisa que você precisa em uma caminhada é de roupas que incomodem, né? Coloque em sua mochila leggings ou bermudas e camisas soltas e de mangas compridas. 

6-    TENHA UM KIT PARA PÉS. Com tantos quilômetros percorridos, é muito provável que seus pés se encham de bolhas. Leve uma bolsinha com Hipoglós, agulha e Nebacetin.

7-    TENHA UM KIT FÁRMACIA. Em uma peregrinação como essa, pode ser que ocorra alguns imprevistos. Por isso, leve alguns remédios para dor muscular, kit primeiros-socorros, com band-aid e esparadrapos por exemplo, e protetor solar.

8-    LEVE APENAS O NECESSÁRIO. A mochila do peregrino deverá ser o mais leve possível. Além dos kits e do básico para higiene pessoal, separe poucas mudas de roupas e o mínimo de bonés.

Independente do motivo, a rota do Caminho da Fé é uma experiência inesquecível de autoreflexão, transformação e sensação de vida nova.

É impossível fazer o Caminho com Deus no coração e voltar a mesma pessoa. Use para demonstrar sua devoção e renovar a fé guardada Àquele que nunca nos abandona!

Se um dia fizer ou se já fez, conta pra gente sua experiência. Amaremos saber! E se ainda não conhece o original Caminho de Santiago de Compostela, temos um post sobre isso aqui no blog também.

Com a Trielotur e um grupo bem especial, você pode fazer o Caminho: é só falar com a gente e organizaremos com muito carinho.

Siga-nos nas redes sociais: Instagram @trielotur, Facebook Trielotur Viagens e Peregrinações.

 

Até a próxima!

 

Por Fabiana Lima, CEO Trielotur.

Leia também sobre...

Inscreva-se em nossa Newsletter

E receba, descontos, ofertas e informações valiosíssimas sobre turismo religioso e peregrinações.

Copyright © - 2024 Todos os Direitos Reservados

error: Este conteúdo não pode ser copiado.

Saiba tudo sobre a terra santa

Baixe agora nosso eBook com dicas únicas, É DE GRAÇA!